Carro Camelo

Pegando a estrada na índia

Acordamos animados no nosso primeiro dia de tour pela Índia. Malas prontas e pé na estrada rumo a Mandawa, nosso primeiro destino. Se já era aflitivo andar de carro na cidade, imaginem na estrada. Peguem tudo que eu descrevi sobre o trânsito e adicionem carroças de camelos, caminhões e motos levando uma carga que é três vezes o seu tamanho, onibus de turismo com pessoas no teto e uma velocidade média de 70 km/hora.

Carro Camelo
Carro Camelo carregando sementes

O nosso motorista é muito bom, ele dirige como um típico indiano. Com a mão na buzina, falando no celular e conversando em inglês conosco:

– Mr. Syreshchand, does it rain a lot here?
– You like beer?
– Yes, I like beer.
– 130 years

A nossa comunicação é difícil, mas ele é uma pessoa muito querida. Pelo seu olhar e esforço vemos que ele é uma pessoa simples e humilde, que gosta muito de conversar e que fica muito feliz quando aprendemos algumas palavras em hindi. Ele tem uma esposa e 4 filhos, e a mais velha já é casada.

Chegamos no final do dia em Mandawa e saímos para conhecer a cidade famosa pelas casas pintadas. Entramos em 2 dessas casas e o trabalho é realmente muito bonito.

Pintura de uma das casas em Mandawa
Pintura de uma das casas em Mandawa

Nessa cidade, encontramos também muitas mulheres que só saem na rua com o rosto completamente coberto por um lenço para manter a tradição.

Mulher indiana com o rosto coberto
Mulher indiana com o rosto coberto

No dia seguinte, partimos para Bikaner. Lá, conhecemos o forte da cidade que é a principal atração turística. O forte foi modificado diversas vezes, por diferentes Marajás e hoje lembra mais uma residência fortificada.

Forte Junagarh
Forte Junagarh

É tanta informação que precisaria de pelo menos meia hora em cada cômodo para conseguir absorver. Mas é lindo, característico unicamente desse país.

As paredes e portas são todas decoradas.

Paredes e portas pintadas no Forte Junagarh
Paredes e portas pintadas no Forte Junagarh

O teto é todo pintado.

Teto pintado no Forte Junagarh
Teto pintado no Forte Junagarh

E ao sair, nos deparamos com toda a beleza da arquitetura do lugar.

Área externa no Forte Junagarh
Área externa no Forte Junagarh

Depois de um longo dia de viagem fomos jantar. Pedimos para o motorista nos levar em um restaurante barato e limpo e ele acertou em cheio! Nos levou a um dabha, um conceito de restaurante barato que a cozinha fica na rua.

Dahba em Bikaner
Dahba em Bikaner

Comemos por 4 dólares um prato de arroz delicioso e outro de lentilha. Para acompanhar,  bebidas e chapati, um pão que aprendemos a comer com ele.

Próximo destino, Jaisalmer, onde passaremos uma noite no deserto!

Comentários

comments

Powered by Facebook Comments

Author: kris