Kris dando leite para a Bezerrinha

A Bezerrinha

Segunda-feira, mais um dia comum de trabalho. Eu, o Igor e os peões, fomos para o campo curar umbigo de bezerro e verificar se estava tudo bem. Chegando em uma invernada, com o sol quente batendo nas costas, encontramos uma bezerra que aparentemente estava morta. Ao chegar perto dela, seu rabo mexeu, o que mais tarde aprendi que significa “quero leite”.

Perguntei para o peão o que deveríamos fazer, e ele sabiamente me respondeu, vamos levar para a casa e lá damos ovo e leite, no dia seguinte você não vai mais conseguir pegar ela. A responsabilidade de levar a bichinha no cavalo foi minha, uma vez que eu estava com o cavalo mais manso do grupo.

Kris e Bezerrinha no Cavalo Branco
Kris e Bezerrinha no Cavalo.

Depois de dar o ovo, o peão sugeriu fazermos uma mamadeira com câmara de pneu. Fiquei uns 5 minutos quieta pensando como uma câmara de pneu poderia se transformar em uma mamadeira, foi aí que resolvi perguntar. O peão me explicou e me pareceu muito óbvio mas confesso que na hora de costurar tive que tirar algumas dúvidas com a caseira.

Kris dando leite para a Bezerrinha
Kris dando leite para a Bezerrinha

Dei muito leite, ovo e carinho para a Bezerrinha, além disso, pedi que meu pai e minha mãe consultassem os veterinários que conheciam para ver se eu poderia fazer mais alguma coisa. Aprendi muitas coisas tanto com os veterinários quanto com os peões, por exemplo, que ela deveria ficar a maior parte do tempo em pé para não pegar pneumonia (dica da minha madrinha Veronique).

Hoje foi o quarto dia da Bezerrinha conosco, a cada uma hora eu vou até o galpão pra ver como ela está e fico uma outra hora ao lado dela. Eu e o Igor estamos fazendo o máximo que podemos para que ela se recupere o quanto antes.

 

Comentários

comments

Powered by Facebook Comments

Author: kris