Um minúsculo Goby

O melhor mergulho de nossas vidas

Com mais ou menos 170 mergulhos, já passei por alguns pontos fascinantes como as Similan Islands, Abrolhos, Lagoa Misteriosa e Fernando de Noronha. Mas tenho que confessar, e o Igor concorda comigo, que os dois mergulhos que fizemos em Sipadan passaram na frente, e agora ocupam a primeira posição do nosso ranking.

Um minúsculo Goby
Um minúsculo Goby

Toda a nossa experiência foi incrível, para começar que ficamos hospedados em Mabul Island, uma daquelas ilhas paradisíacas com bangalôs suspensos que são destinos de diversos casais em lua de mel. O nosso hotel era um pouco mais simples, sem água quente e ar condicionado mas com todas as deliciosas refeições inclusas.

Por se tratar de um resort de mergulho, conhecemos muitos mergulhadores, desde um videographer que trabalha para a National Geographic até 2 australianos e uma belga com quem bebemos e rimos muito todas as noites que passamos lá.

Ben, Michael and Annemie com Tequila e Gin na nossa sacada
Ben, Michael and Annemie com Tequila e Gin na nossa sacada

Mergulhamos por 5 dias na região, sendo que 4 deles nas ilhas ao redor de Sipadan.

Ilha Siamil
Ilha Siamil

Cruzamos com diversos animais estranhos que nos chamaram a atenção pelas cores,

Nudibrânquio
Nudibrânquio

pelo tamanho,

Minúsculo carangueijo
Minúsculo carangueijo

pelo formato

Cuttlefish
Cuttlefish

e pela simpatia.

Tartaruga
Tartaruga simpática descansando nos corais

Mas foi Sipadan que realmente nos encantou. Ela é a única ilha oceânica da Malasia, que sobe 600 metros do fundo do mar. Isso significa que quando você está mergulhando e olha aquele barranco do seu lado esquerdo, é uma queda de 600 metros.

O recife de coral que mergulhamos demorou milhares de anos para crescer, pois estão localizados em cima de um vulcão inativo. Mais de 3.000 espécies de peixes vivem por lá, no momento em que você coloca a cabeça de baixo da água, tem a sensação de entrar em um mundo encantado.

Peixe crocodilo
Peixe crocodilo

Encontramos muitas tartarugas no nosso caminho, inclusive quase bati minha nadadeira sem querer em uma delas pois não notei a sua presença. Elas chegam muito perto e sem medo, nadam junto conosco.

Tartaruga descansando
Tartaruga descansando

Os tubarões fazem o mesmo, mas confesso que tenho um pouco de medo da companhia deles. Vimos mais de 20 tubarões, das espécies white e grey tip que nadam entre os outros peixes mostrando toda a sua graça.

Tubarão White Tip
Tubarão White Tip

Nos primeiros 3 minutos de mergulho cruzamos com mais de mil Jackfishes que se movimentavam em harmonia, fazendo uma dança em que todos nós estávamos convidados a participar.Entrei no meio deles, mas saí assim que vi um tubarão fazendo o mesmo.

Cardume imenso de Jackfish
Cardume imenso de Jackfish

Encontramos depois um cardume de barracuda tão grande quanto o anterior e para fechar com chave de ouro os bumphead parrotfishes apareceram.

Humphead parrot fish
Humphead parrot fish

Foi um espetáculo, era muita beleza concentrada no mesmo lugar para ser verdade. Eu podia mergulhar ali para sempre, mas infelizmente tivemos apenas um dia pois os acessos são limitados a fim de preservar a região.

Agora que vocês leram toda a história, reconhecerão os personagens aqui:

Comentários

comments

Powered by Facebook Comments

Author: kris