Fumaça saindo das pedras no Vulcão Taal

Meu primeiro vulcão

De acordo com as feiras de ciência que participei no primário, um vulcão é uma montanha com um buraco no meio de onde saem lavas vermelhas que podem ser representadas por papel celofane ou vinagre tinto e bicarbonato de sódio.

Se quiser saber mais assista ao primeiro episódio da primeira temporada de “O mundo de Beakman” em que a Caixa Explosiva de Pedra Adormecida pergunta sobre o funcionamento dos vulcões aqui.

Infelizmente não é bem assim, não com o Taal, considerado o menor vulcão ativo do mundo. Esse vulcão é uma ilha, que com a erupção de 1911 formou um lago em seu centro.

Lago ao centro da Ilha do Vulcão Taal
Lago Crater, ao centro da Ilha do Vulcão Taal

Diversas famílias vivem na ilha e o turismo é uma fonte de renda importante para elas, mas não é nada fácil chegar até lá. Primeiro é preciso pegar um triciclo (USD7) até a margem da lagoa, cruzá-la com um barco típico das Filipinas (USD25) e depois fazer uma trilha de aproximadamente 45 minutos.

Barco feito de fibra de vidro, típico das Filipinas
Barco feito de fibra de vidro, típico das Filipinas

Aqui não existe aquele buraquinho no meio para sair a lava, a ilha toda pode entrar em erupção. O mais interessante é que ao longo da trilha vimos fumaça saindo de diversos locais, e no ponto mais alto que chegamos conseguimos sentir o seu calor.

Fumaça saindo das pedras no Vulcão Taal
Fumaça saindo das pedras no Vulcão Taal

O Taal já entrou em erupção 33 vezes, e a última vez foi em 1977. O instituto de vulcões das Filipinas acompanha de perto os movimentos do vulcão, pois uma pequena erupção pode gerar um grande desastre na região.

Comentários

comments

Powered by Facebook Comments

Author: kris