Pássaros no Chaco

Mas que diabos é o Chaco?

O Chaco tem uma extensão aproximada de 1.280.000 km2 e cruza a Bolívia, Argentina e Paraguai, sendo que ele corresponde a um pouco mais da metade do território Paraguaio.

Gran Chaco (Fonte: Wikipedia)
Gran Chaco (Fonte: Wikipedia)

De clima extremo, a temperatura chega a altas de 45° e as vezes despenca para abaixo de zero. Árido, o chão é de uma terra tão fina, que tem gente que chama essa poeira de talco. Pra quem tem rinite, nunca venha para cá na seca. E nem na chuva, pois com certeza você ficará atolado. Essa terra molhada vira uma argila, muito utilizada para fazer tijolos e levantar casas.

Entre Dezembro e Janeiro, época das chuvas, podem cair tempestades de 160 ml em apenas 30 minutos. Como prova, tem esse vídeo, feito pela Silvia e João, daqui da fazenda. Reparem que aos 0:49, um jacaré cruza a estrada alagada.

A fauna e flora daqui é muito rica e já nos surpreendeu muitas vezes. Uma delas foi esse tamanduá simpático, que veio até a casa e posou para  fotos antes de ir embora.

Tamanduá simpático
Tamanduá simpático que veio nos visitar sábado pela manhã

Todo o Chaco é muito verde. Muitas árvores, de várias espécies, mas a principal é o Carandá, muito usado para construções. Mangueiros, coberturas pros carneiros, postes pra cerca. Aqui tudo é aproveitado.

E precisa ser assim. Em uma região que em época de seca a chuva é comemorada, ela também é coletada dos telhados e armazenada em caixas d’água. O curioso é ninguém teve sucesso ao perfurar um poço. O lençol freático, se é que ele existe, nunca foi atingido por aqui. E olha que estamos perto do aquífero Guarani, que já foi o maior reservatório subterrâneo de água doce do mundo.

Sede Sta. Terezinha
Estrutura para aproveitar a água da chuva

Antes de levantar a casa, constrói-se um reservatório abaixo das fundações. Isso é chamado de algibre, e no nosso caso aqui, tem capacidade para 40.000 litros de água.

No campo, são construídos os terramar que são tanques artificiais grandes e fundos para aguentar a estiagem. Tem esse nome, pois  parece um mar no meio da terra. Eles são enchidos pela água da chuva. No terramar tem lobós aos montes e é muito comum você ver jacarés nadando.

Terramar
Terramar

Desses terramar, vem a água que enche o algibre. Banho, lavar louça, dar a descarga e até escovar o dente, é tudo feito com essa água embarreada que é tratada com cloro, mas dificilmente fica transparente.

E o Chaco, sendo uma terra de extremos, não nos poupa das belezas naturais. Cada dia é um por do Sol único, um mais bonito que o único. Existe também uma lagoa, que se torna um refúgio para os animais na época mais seca. Ao chegarmos nela, pudemos ouvir vários jacarés se assustando e caindo na água para fugir de nós. Ao longe, cansamos de contar quantos estavam na água, mas com certeza eram mais de 25.

Panorâmica Lagoa
Panorâmica Lagoa

Comentários

comments

Powered by Facebook Comments

Author: igor