f y r
_

Flutuação no Rio da Prata

Depois de mergulhar na Lagoa Misteriosa, de um almoço típico sulmatogrossense e uma soneca no redário ao som dos passarinhos, fomos fazer a flutuação no Rio da Prata.

O passeio começa com uma trilha de 30 minutos na mata ciliar da fazenda. Nela, aprendemos um pouco mais sobre as árvores,os animais e o cascalho, o solo da região que faz com que as águas sejam tão cristalinas. Chegamos no Rio Olho D’Água, uma imensa piscina natural que surpreende pela visibilidade, variedade e quantidade de peixes.

Pacu e Piraputanga no Rio da Prata
Pacu e Piraputanga no Rio da Prata

O passeio começa no Rio Olho D’Água, nele flutuamos por volta de 2 km até o encontro com o Rio da Prata. Ao longo do caminho encontramos diversos peixes de água doce como Pacu, Piraputanga, Bagre, Mãe d’água, Lambari e Dourado, todos gostam muito de se exibir para as fotos. Me senti invadindo um aquário, e tenho certeza que cada um dos mergulhadores teve uma sensação diferente. Meu irmão lembrou da descrição do Pedrinho em um dos livros do Sítio do PicaPau Amarelo falando sobre o seu sonho no fundo do mar.

Dourado no Rio da Prata
Dourados no Rio da Prata

Uma leve correnteza nos carrega ao longo do rio, até que chegamos em uma enorme nascente de água, carinhosamente apelidada de vulcão. A areia ao redor da nascente fica o tempo todo em movimento, dançando junto com a água fresca que brota do solo. Ficamos cerca de 10 minutos no vulcão, ali tiramos algumas fotos e descansamos um pouco para seguir rumo ao Rio da Prata.

Nascente no Rio Olho D'Água
Nascente no Rio Olho D’Água

O encontro do Rio Olho D’Água com o Rio da Prata é algo espetacular. Você não só percebe a diferença na visibilidade como também na temperatura da água. Com a água um pouco mais turva, tiramos a cabeça para fora para ver a mata ao redor, e nessa hora encontramos 4 macacos prego pulando nas árvores. Colocamos a cabeça novamente na água e nos deparamos com um cardume, com cerca de 20 Dourados, que fecharam a nossa experiência com chave de ouro.

O passeio é impecável, uma experiência única que se esconde nas águas de Jardim. Não foi a primeira vez que fiz o passeio, e não será a última, cada novo mergulho no Rio da Prata, é uma nova experiência.

 

Comentários

comments

Powered by Facebook Comments

Share